segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

# amor. # animais

Lipe ♥

Lá em casa sempre houve animais, até mesmo gatos “vadios” que apareciam pelo quintal e lá iam ficando, mas nunca “davam a mão”.

Em 2010 resolvemos adoptar um gato e, coincidência das coincidências, um cliente aqui do gabinete disse-nos que uma gata vadia tinha dado à luz uns gatinhos perto de sua casa e queria saber se queríamos algum.
Em setembro desse ano, lá veio o Lipe (uma fofurinha amarela) fazer parte da família. Vinha muito assustado e com muitas pulgas. 
foto tirada no dia em que o adoptámos

Comprámos o remédio na clínica veterinária  (pois como ele ainda era pequenino não podia ser uma pipeta normal). Durante uns dias ainda bufava quando o tentávamos agarrar, mas com o tempo lá foi dando a mão, mas foi sempre um gatinho muito “arisco”.
Era super brincalhão e fazia muitas asneiras, mas quando queria, era um doce, só dava miminhos.

Por duas vezes comeu o nosso pão-de-ló, numa das noites que passou fora de casa, ficou fechado na casa da vizinha (pois a senhora passa as noites em casa de familiares), adorava ir para a casa de banho rasgar o papel higiénico, gostava muito de “amassar pãozinho” no nosso colo, …, …

Esteve connosco 6 anos, sim esteve, pois em Outubro de 2016, assim do nada, o Lipe deixou-nos….
Num dia reparámos que comeu pouco e no dia seguinte de manhã, encontrámos o Lipe já sem vida.
Até hoje não sabemos o que aconteceu, mas desconfiamos que tenha sido veneno que ele comeu, pois ele passava os dias na rua (ele detestava estar fechado em casa) e os vizinhos costumam colocar veneno para os ratos e afins.
Foram 6 anos de muitas peripécias, muitos beijinhos e muitas traquinices.
Deixou muitas saudades e ainda nos custa pensar em arranjar outro gatinho, pois o vazio ainda lá está…

Aqui ficam algumas fotos deste nosso amor!







Inté,
Isabel e Lucília

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow Us @soratemplates